ano novo em folha

E o primeiro dia de 2018 é uma segunda-feira.

Pra começar bem, o inicio do ano é também o início da semana. Esse detalhe me lembrou desse post, que escrevi alguns anos atrás. O ano novo é uma nova oportunidade, como são todas as segundas-feiras e os amanheceres. Com eles nascem um outro tempo, diferente dos outros dias, embora nunca independente do que já foi, mas ainda silencioso. Quieto, mas pronto para começar.

 

 

A folha seca, não aquela amarelada, mas sim a alva como o papel branco. Uma folha, um papel.  Uma folha seca: um papel sem uma gota de cor, sem um único pingo de tinta. A folha em branco traz consigo o silêncio. O murmurar por uma nova palavra. O pedido por um primeiro risco. O grito por todo um infinito a ser criado.

Um papel em branco, uma folha seca. Um ano novo é um papel em branco. Uma folha seca esperando para ser encharcada de tinta. Os dias começam  branco, mas podem ser cheios de cor, de palavras, de misturas e  tudo mais o que puder ser inventado.

Desejo que esse ano seja novo e bem inventado, todos os dias.

( Uma pequena menina inspirou este texto, na sua ânsia por um novo desenho ela aprendeu a pedir para a sua tia desenhadora, uma nova folha de  papel a cada 5 minutos. E pede, na sua voz de criança por uma folha seca, bem sequinha.)

“texto e ilustração de Graci Campos, protegidos pela lei de direito autoral, quando compartilhar cite a autora”

Anúncios

Ninar

 

O vento que revira os guarda-chuvas

é o mesmo que espalha as sementes,

despenteia as árvores e revolta o mar.

Hoje eu quero o vento que me traz

boas notícias suas e uma canção de ninar.

[Graciela Campos]

 

Graciela Campos Jokowiski, poesia ilustrada,original em técnica mista, 2015

Graciela Campos Jokowiski, poesia ilustrada, original em técnica mista, 2014

 

detalhe

Graciela Campos Jokowiski, poesia ilustrada recorte, original em técnica mista, 2014

[ poesia e ilustração de gracielaCampos, direitos reservados – quando compartilhar cite a autora ]

Estações

Galeria

Esta galeria contém 4 imagens.

  Semente, folha, flor, fruto, cor, aroma suave e semente, … [Graciela Campos]   Desta vez o poema ilustrado mudou de suporte e estampou um vaso de cerâmica. Desenhei e pintei direto no objeto, com tinta acrílica. Árvore e passarinhos, povoaram a exposição … Continuar lendo