“Quando, à noite, contemplo arrebatado o céu e a multidão de astros
que eternamente turbilhonam em suas órbitas, os chamados sóis e
terras, minha alma também voa para milhões de quilômetros além dessas
estrelas distantes, até a fonte primeira que deu origem a todas as
coisas, e que há de criar tudo o que há de nascer.”

[Ludwig van Beethoven]

foto de Graciela Campos – direitos reservados

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s